Sem São João de Outrora: A importância do São João para as cidades nordestinas

WhatsApp Image 2020-06-24 at 16.12.13

Erika Lizandra

 Laís Guimarães

O mês de junho comumente marcado por suas cores, danças e fogueiras este ano será atípico, sem quadrilhas juninas ou bandeirolas esvoaçantes como decoração das ruas nordestinas, porém não poderíamos deixar de relembrar a história dessa manifestação tão marcante e todos os aspectos econômicos, sociais e culturais tão característicos da mesma.

A festa de São João ocorre anualmente em homenagem ao santo João Batista que era um pregador e profeta, que durante a sua vida se dedicou a catequizar aqueles que iam até ele, os banhando nas águas do rio Jordão, além de anunciar a vinda do Messias durante as suas caminhadas. João era também primo de Jesus Cristo, responsável por batizar o mesmo mais tarde.

A comemoração remonta ainda o solstício de verão, em homenagem aos deuses das boas plantações e colheitas, essas festas foram adotadas pelo catolicismo popular em Portugal ocorrendo as famosas festas Joaninas e trazidas para o Brasil ainda no período colonial. Apesar de ter sido importada da Europa, hoje a festa possui muitas características que fundidas com aquelas peculiaridades originárias das festas europeias, da cultura indígena e africana, representam a cultura popular brasileira.

As festas juninas tornaram-se um marco para muitas cidades nordestinas trazendo além da renovação do simbolismo cultural, a geração de emprego e movimentação no fluxo econômico desses locais, a tradicionalidade das primeiras festas vem dando espaço a novos elementos, tornando-as mais “sofisticadas” e transformando-as em mercadoria para muitos – como é o caso das grandes festas que ocorrem em alguns lugares do Nordeste, as quais mesclam os valores e tradições da data com o poder atrativo destas, propício para o aumento do turismo local. Em 2019, o ministério do turismo investiu cerca de R$ 4 milhões para apoiar na realização das festas juninas brasileiras.

Na Região do Cariri as manifestações dessa data está em ascensão com suas quadrilhas e com um formato específico caririense nas festas, desde 2000 as quadrilhas juninas idealizadas a partir do formato de São João nos bairros. 

Em cidades nordestinas, onde o São João é rigorosamente comemorado com grandes festejos, o fato inédito do não acontecimento do mesmo trouxe algumas perdas econômicas, bem como a diminuição de empregos diretos e indiretos que forneciam subsídio para as pessoas o ano inteiro, como em Caruaru. Em entrevista à BBC Brasil a prefeita do município Raquel Lyra, reafirma a importância do São João na movimentação da economia de Caruaru, que vai desde a rede hoteleira até o fomento de artistas locais.

Segundo dados do Centro de Monitoramento e Gestão de Eventos (CIMGE) municipal de Caruaru, em 2019, durante os mais de 30 dias de festa, cerca de 3,2 milhões de pessoas passaram pela cidade. Em 2018, o faturamento total da festa resultou em R$ 200 milhões, segundo a Coordenadoria de Turismo.

Já na Paraíba, o São João de Campina Grande intitulado como o “Maior São João do Mundo”, segundo o Ministério do Turismo, em 2019, injetou cerca de R$ 300 milhões na economia local e era esperado uma geração de 3 mil empregos diretos e indiretos na região. Em entrevista coletiva, na sede da FIEP, o prefeito da cidade, Romero Rodrigues, a partir de uma pesquisa realizada pela Datavox contratada pela Medow, afirmou que 1,8 milhão de pessoas visitaram a cidade durante as festas juninas de 2019 e o faturamento de bares, hotéis e restaurantes aumentou 30% em relação à edição anterior.

Mas, infelizmente, o momento pelo qual a população espera ansiosamente durante todo o ano para usar suas vestimentas coloridas e estampas xadrez, chapéus de palha, cabelos trançados, comer as comidas típicas e sair nas ruas dançando o forró tão característico dessa data, terá de esperar até o próximo ano devido a crise pandêmica do novo coronavírus.

Visto isso, as comemorações tiveram de ser readaptadas para esse momento. A prefeitura de Campina Grande, por exemplo, criou o São João Solidário para arrecadar doações para os artistas locais e pessoas que fazem parte da produção da mesma e dependem dela. Para ajudar aqueles que vendem comidas típicas durante a festa, a plataforma Delivery Caruaru ganhou uma atualização, o delivery junino, onde há uma categoria exclusiva para a compra de comidas típicas.

Já a prefeitura de Campina Grande desenvolveu “O São João de Campina em Casa” contando com lives nos dias 23, 24 e 27 de junho que direcionará a renda para ajudar barraqueiros, ambulantes e instituições de caridade do município. O fotógrafo oficial da festa, Emanuel Tadeu, também irá realizar uma exposição virtual, a partir do dia 22 de junho, para mostrar como estão as pessoas que fazem a festa acontecer – sanfoneiros, costureiras, cantores, quadrilheiros, apresentador – durante esse momento de pandemia.

Esses fatos reavivam a importância que o São João em questões efetivas para o povo brasileiro como um todo, bem como seus aspectos econômicos e sociais especialmente para o Nordeste, e reiterando a importância de buscas por alternativas que continuem fomentando essas manifestações culturais.

REFERÊNCIAS:

MELO, Karine. PANDEMIA AFETA TRADIÇÃO DE SÃO JOÃO EM CAMPINA GRANDE E CARUARU. Agência Brasil, 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-06/pandemia-afeta-tradicao-do-sao-joao-em-campina-grande-e-caruaru. Acesso em: 18, jun. 2020

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA MOSTRA SITUAÇÃO DE TRABALHADORES QUE ATUAM NO MAIOR SÃO JOÃO. Paraíba Online, 2020. Dísponivel em : https://paraibaonline.com.br/2020/06/exposicao-fotografica-mostra-situacao-de-trabalhadores-que-atuam-no-maior-sao-joao/ Acesso em: 18, jun. 2020

SÃO JOÃO 2020 DE CAMPINA É ADIADO PARA OUTUBRO DEVIDO AO NOVO CORONAVÍRUS.G1, 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/pb/paraiba/sao-joao/2020/noticia/2020/03/23/sao-joao-2020-de-campina-grande-e-adiado-para-outubro-devido-ao-novo-coronavirus.ghtml. Acesso em: 19, jun. 2020

Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades. Ministério do Turismo, 2019. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/component/content/article.html?id=12654 Acesso em: 17, jun. 2020.

ROMERO APRESENTA BALANÇO DO SÃO JOÃO 2019 E ANUNCIA NOVIDADES PARA O PRÓXIMO ANO. Campina Grande Prefeitura Municipal, 2019. Disponível em: https://campinagrande.pb.gov.br/romero-apresenta-balanco-do-sao-joao-2019-e-anuncia-novidades-para-o-proximo-ano/. Acesso em: 18, jun. 2020.

 

css.php